Buscar
  • Luis Namura

Tópico 5 - Plano de voo - Franchising versus Negócio Independente

Atualizado: Mar 11

Você está pensando em montar um negócio. Analisou várias opções, algumas atraentes, outras nem tanto.


Pesquisou diversas áreas em que sua expertise poderia ser melhor empregada, considerou o quanto poderá dispor para o investimento inicial, sonhou com os resultados que poderá obter, sentiu o frio na barriga de se aventurar numa jornada empresarial e, então, pensou: “Como posso fazer isso dar certo sem correr riscos demasiadamente altos?”


Bem, nessa hora, lembrou que muitas pessoas abrem seus próprios negócios “na raça”, contando apenas com a fé e a coragem típicas dos empreendedores. Mas, sabe também que muitos buscam uma “força” extra para minimizar os riscos da “aventura” e, nessa hora, o conceito de franchising surge como uma alternativa a ser considerada.


Pois bem, o que seria melhor para você: abrir um negócio independente ou uma franquia? Hum, boa pergunta. Vamos tentar dar a você os subsídios para uma resposta inteligente a essa questão.

Um negócio pra chamar de seu...


Você finalmente tomou coragem e decidiu abrir um negócio próprio! Pesquisou o mercado e percebeu que há falhas no atendimento que diversas empresas prestam aos clientes ou, então, teve uma ideia e entende que chegou a hora de pô-la em prática.


Mas aí surge uma questão: seria melhor desenvolver todo o projeto por conta própria ou seria mais prudente contar com um projeto já desenvolvido e testado no mercado? Ou seja, seria melhor alçar voo próprio, por meio de um negócio independente, ou montar uma franquia?


Negócio Independente


Com a primeira opção, você terá muita liberdade para agir como bem entender, pois não será subordinado a ninguém e poderá testar suas ideias e projetos.


Franquia


Com a segunda opção, sua liberdade ficará restrita, devido às normas que o franqueador irá lhe impor, tal qual ocorre para com os demais franqueados da marca.


E aí, qual é a melhor opção?


Bem, essa resposta depende de vários fatores, entre os quais posso citar sua expertise no ramo de negócios que escolheu, seu conhecimento do mercado, suas habilidades gerenciais, de marketing, gestão e vendas, entre outras, necessárias à boa condução de qualquer empreendimento.


Se você reúne tais atributos, talvez montar um negócio independente, por conta própria, seja mais adequado ao seu perfil; porém, caso esse não seja seu caso, então, tornar-se franqueado de uma rede estabelecida, com resultados comprovados, parece se encaixar melhor ao seu perfil, uma vez que poderá contar com os treinamentos e a experiência do franqueador para auxiliá-lo em sua jornada.


Você então deverá sopesar a liberdade de poder agir de acordo com as suas regras vis-à-vis à provável maior segurança de agir sob o “manto de proteção” de uma marca já conhecida, com resultados passíveis de serem verificados através de consultas aos atuais franqueados da marca.


Em suma, a escolha entre negócio independente ou franquia dependerá de sua expertise e de seu perfil como empreendedor; se você aceita seguir regras e padrões estabelecidos por outra pessoa, a franquia tem boas chances de ser uma escolha adequada; caso, entretanto, você não goste de ser “mandado” ou não se sinta confortável em ter que seguir regras e prefira estabelecer as suas próprias e ter a liberdade de criar seus próprios produtos e testar suas ideias no mercado, então um negócio independente parece ter mais a ver com o seu perfil empresarial e seria a escolha mais adequada a ser feita por você.


Em suma, negócio independente ou franquia depende essencialmente de seu perfil como empreendedor; em qualquer dos casos, lembre-se do aforismo que apresento quando trato desse tópico no livro Yes, you can! "Quem tem filho grande é elefante; então, corra atrás do que você deseja e jamais se vitimize.”


Adquira agora o seu exemplar do livro Yes, you can!

12 visualizações0 comentário
© Copyright 2021 | Luis Namura