Buscar
  • Luis Namura

Tópico 15 - Acionando os motores - O que perguntar para agir com sabedoria

Atualizado: Abr 20

Saber fazer perguntas, em geral, é mais importante do que ter as respostas corretas. Por que uma afirmação tão contundente? Simples. Porque somente perguntas corretas levarão a respostas eficazes.


Assim, saber perguntar é uma “arte” que você deverá dominar se quiser encontrar as respostas mais adequadas para as questões que vier a enfrentar no seu dia a dia.

Aprenda a perguntar


Você, por certo, já participou de reuniões em que o assunto apresentado não era de seu domínio. Qual é o comportamento típico que demonstramos nessas ocasiões, em que especialistas discorrem com sabedoria quase sacerdotal sobre um tema específico? Em geral, ficamos calados, com receio de fazermos uma pergunta que nos faça parecer idiotas frente a tanta sapiência.


Certo x Errado


Seria essa a melhor forma de agir nessa situação? Minha resposta contundente é um sonoro NÃO! Não fazer perguntas é ERRADO!


Perceba que, nos dias de hoje, os temas que afetam os negócios são tão vastos que, por óbvio, ninguém consegue dominar todos eles. Se você é especialista de Finanças, é bem provável que não se dê bem com Marketing Digital, e, se for bom nessa área, talvez pouco saiba de Recursos Humanos, e assim por diante.


Então, nada há de vergonhoso em perguntar ao especialista para que ele, do alto de seu conhecimento, torne claro a você aspectos obscuros do tema que estiver sendo abordado.


Além do mais, isso dará ao especialista a clara sensação de que seu saber é valorizado por você e útil para empresa. Isso aumentará a autoestima do colaborador e o tornará, por certo, mais comprometido com o propósito da empresa.


Mas, por que perguntar se há um especialista no assunto?


Pelo simples motivo de que essa é a melhor forma que você dispõe para direcionar o raciocínio do especialista e obter dele as melhores respostas a uma questão inteligentemente formulada por você.


Perceba que a grande vantagem de NÃO saber muito acerca de um tema é que você pode levantar questões que jamais foram enfocadas pelo colaborador. Você, então, dá a ele a oportunidade de olhar a questão por um ângulo que não havia imaginado e, com os conhecimentos de que dispõe, poder, então, encontrar a solução para aquilo que você o alertou.


Em geral, é exatamente isso que os clientes fazem quando lhes apresentamos uma nova ideia, um novo produto ou um novo serviço.


Por não estarem na posição de “consultores” e, portanto, não terem que responder a algum desafio, acabam por perguntar aquilo que realmente lhes interessa saber acerca do que lhes oferecemos e, nessa hora, nos fazem observar aspectos que não havíamos prestado atenção e que podem redundar em melhorias em nossos produtos ou operações.


Fazer perguntas inteligentes levam os colaboradores a refletir sobre questões impensadas e nos oferecer soluções que antes de serem questionados não haviam se debruçado sobre elas. Isso gera um círculo virtuoso de melhoria contínua para a empresa.


Então, o que perguntar para agir com sabedoria?


Simples: basta utilizar a técnica 5W2H.


Técnica 5W2H


5W2H corresponde a cinco perguntas que começam com W em inglês (What, Why, Who, When, Where, e duas outras questões que começam com H, também em inglês (How e How long). Ou seja:


· O que será feito?

· Por que será feito?

· Quem fará o serviço?

· Quando será feito?

· Onde será feito?

· Como será feito?

· Quanto tempo será necessário para fazê-lo?


Você também poderá, caso julgue adequado, complementar as questões acima com:


· Para quem será feito?

· Quanto isso custará?

· Quantas pessoas serão necessárias para fazê-lo?


Em sua próxima reunião, em que algum assunto for debatido, busque utilizar essa técnica simples e você verá, com espanto, como os trabalhos seguem de modo lógico e quantas novas ideias surgem devido às “inteligentes perguntas” que você elaborou e propôs para seu grupo de colaboradores e especialistas.


Adquira agora o seu exemplar do livro Yes, you can!

9 visualizações0 comentário